Home

Finpartner

Services

Team

Ideas & Insights

Partnerships

Webstore

Contacts

TERMS| PRIVACY| QUALITYRECRUITMENT|

Relação Cíclica entre Cliente e Contabilista

Jan 4, 2021 | 0 comments

Relação Cíclica entre Cliente e Contabilista

A existência de boas relações entre clientes e contabilistas é essencial para garantir que as empresas têm um melhor desempenho económico e que os objetivos delineados pelos sócios e gerentes para o seu negócio possam ser atingidos mais rapidamente.
Esta relação deverá ser fundamentada numa base de confiança e de que ambos cumprem o seu papel, para atingir o objetivo desejado para todos os negócios, que é o sucesso.

Este ciclo inicia-se com o empresário que, por sua vez, se torna cliente do contabilista. No que ao contabilista diz respeito, este recebe a informação e/ou documentação fornecida pelo empresário. O ciclo termina com as tomadas de decisão do empresário, tendo por base os dados fornecidos pelo contabilista.
Por vezes as tarefas do empresário podem aparentar-se complicadas e trabalhosas, no entanto, são essenciais para que o trabalho do contabilista seja bem executado, sendo o intuito deste último maximizar o valor utilitário da informação fornecida pelo empresário.
Utilizando a situação mais frequente que ocorre entre ambos – a entrega e recebimento das faturas comuns de despesas e compras, ou despesas com serviços diversos:

  • O momento inicial deste exemplo dá-se com o empresário, que deverá ter em consideração a importância da forma e a qualidade em que chegam os documentos (faturas) ao contabilista. Esta informação deve chegar ao contabilista atempadamente. O empresário deve também, ter a preocupação inicial de verificar o estado dos documentos, por forma a que toda a informação que consta na fatura se encontre legível. Deve ainda verificar os valores pretendidos e ainda se o NIF da empresa se encontra correto, e se tem na sua posse todas as faturas relacionadas com a empresa para entregar ao contabilista.
  • Depois do esforço inicial realizado pelo empresário em entregar todos os documentos essenciais, o contabilista pode agora iniciar o seu trabalho. Tendo toda a informação necessária, o contabilista irá registar a documentação recebida. Quando todo os registos contabilísticos se encontrarem finalizados, é possível retirar informação fidedigna e mapas de gestão que permitem ao contabilista efetuar o melhor planeamento fiscal possível e instruir as partes interessadas sobre o estado atual do seu negócio e tomar melhores decisões estratégicas.
  • Por fim, os gerentes e sócios, através dos dados concedidos pelo contabilista e, tendo em conta prováveis fatores adversos à responsabilidade do contabilista, iniciarão o seu planeamento empresarial. A partir deste momento, poderão prevenir-se para situações prejudicais para a empresa ou solucionar questões dentro da sua empresa que podem estar a gerar prejuízo ou que estejam a impossibilitar a maximização da rendibilidade da mesma.

Sabendo que hoje o mundo enfrenta uma pandemia, que veio reforçar o importantíssimo papel do planeamento empresarial nas empresas, é essencial que a relação entre empresário e contabilista esteja em completa sintonia, de forma a que sejam evitadas situações complicadas ou até mesmo situações irreversíveis, pois ambos estão interligados na jornada empresarial.